InnoTrans 2018: inovações em transdutores da Knick

2018-09-26
Garantia de que o desligamento de emergência seja realizado de forma confiável quando ocorrer um curto-circuito, detecção de potenciais atrasos e transmissão segura de sinal são essenciais não apenas para operações ferroviárias de sucesso, mas também para a segurança dos funcionários e passageiros. Por esse motivo, os transdutores para aplicações ferroviárias precisam atender aos mais altos padrões de confiabilidade e precisão. Para a Knick Elektronische Messgeräte este tem sido o foco central no desenvolvimento e fabricação de transdutores altamente disponíveis e de condicionadores de sinal ao longo de várias décadas. O fabricante de instrumentação, com sede em Berlim, Alemanha, fornece à indústria ferroviária internacional produtos para aplicações de alta tensão há mais de 40 anos.

Foto: O condicionador de frequência de pulso P16000 compatível com SIL 2 e os condicionadores de sinal de alta tensão ProLine P série 52000 da Knick

Na exposição InnoTrans 2018 no Corredor 17, Estande 212, a Knick apresentará seus transdutores consolidados para subestações de energia de tração, bem como novos produtos para uso em material circulante: o condicionador de frequência de pulso P16000 compatível com SIL 2 converte sinais de pulso de codificadores de velocidade em sinais padrões analógicos galvanicamente isolados 0/4… 20mA ou 0… 10V exigidos pelos sistemas de controle e subsistemas para detectar a velocidade de deslocamento. A entrada de sinal do transdutor é projetada de acordo com o nível de integridade de segurança SIL 2 para garantir que não haja impacto inadvertido na fonte do sinal. A capacidade de separar o sinal do codificador e disponibilizá-lo para outras aplicações elimina a necessidade de instalar codificadores adicionais nos eixos do veículo.

Outro destaque é a nova série de transdutores ProLine P 50000 para medições de energia de alta precisão de acordo com a EN 50463, bem como medições de corrente e tensão em inversores de tração e conversores auxiliares, e detecção de curto-circuito em dispositivos de proteção. Esses são os únicos dispositivos em sua classe que apresentam seleção de faixa calibrada, o que permite alta flexibilidade na seleção de tensões de entrada na faixa de ± 4200 V ou correntes na faixa de kA. Após a seleção da faixa, os transdutores atendem à alta precisão especificada sem calibração renovada.

Como a mais recente adição à série P 50000, a Knick apresentará o detector de tensão P 52000 VPD para detecção confiável de tensões de até 4200 V. O detector compara o sinal de entrada com um valor limite selecionado que pode ser definido na unidade. Se, independentemente da polaridade positiva ou negativa, o limite for violado, o detector exibirá um alerta ótico e gerará um sinal de saída que poderá ativar ou controlar relés de hardware, dispositivos de proteção ou controladores. O nível do sinal é compatível com as entradas de sinal do CLP tipo 1 de acordo com a DIN EN 6131-2. Todos os produtos são totalmente compatíveis com os padrões ferroviários aplicáveis e cumprem os exigentes requisitos relativos à proteção contra incêndio (HL3 de acordo com a EN 45545-2 (2016)), segurança elétrica, robustez mecânica, alta resiliência a condições climáticas extremas e baixa suscetibilidade a EMI (Interferência Eletromagnética).